A Capital do Mergulho Ecológico.
Costa Verde & Mar de Santa Catarina.

NOVO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM BOMBINHAS ESTÁ QUASE PRONTO

A obra, que vai mudar a realidade da região, segue a todo vapor

A Concessionária Águas de Bombinhas, responsável pelo abastecimento de água no município informou nesta sexta-feira, dia 5, que os problemas de falta d'água nos bairros devem ser resolvidos em breve, já que as obras da nova adutora que trará água do Rio Tijucas estão à todo vapor. Dos 27 km do novo projeto, apenas cerca de 2,5 km esperam a conclusão. O maior entrave está no município de Porto Belo, onde o trajeto original teve que ser readequado a pedido da Prefeitura vizinha. Agora, a concessionária aguarda autorização de Porto Belo, que deve sair até o próximo dia 15, para dar continuidade à obra pelo novo trajeto.

A nova estação de tratamento no morro de Zimbros já está praticamente concluída e fará a distribuição da água para o restante de Bombinhas. O investimento total é de R$ 50 milhões, o maior em água do estado de Santa Catarina, com recursos próprios sem depender de contrapartida de recursos públicos. “O problema em Bombinhas é que não temos autossuficiência hídrica. Estamos lutando na justiça para continuar a obra de ampliação da lagoa de reservação em Zimbros, o que ajudaria no abastecimento em pelo menos cinco bairros”, explicou a Prefeita Ana Paula da Silva.

Nesta temporada de verão, onde só no réveillon, o município recebeu cerca de 400 mil turistas, os problemas no abastecimento ainda assombram moradores e visitantes. Para amenizar os efeitos da falta de água, a concessionária contratou uma frota de 10 caminhões pipas para abastecimento emergencial da população. Os caminhões trabalham 24 horas por dia e já realizaram 864 atendimentos. Para pedir um caminhão-pipa, o morador deve procurar os canais de atendimento da empresa. O serviço ficará à disposição durante toda a temporada, quando se encerra o período do plano verão.

Para abastecer Bombinhas durante os meses mais quentes do ano, são necessários 16 milhões de litros por dia de forma continuada. Porém, o atual sistema tem capacidade de apenas 8,5 milhões de litros, sem a garantia de continuidade – ou seja, praticamente metade do necessário. De acordo com o diretor-presidente da Águas de Bombinhas, Ricardo Miranda, o cenário da região mudará completamente em alguns meses com a implantação do novo sistema. “A obra vai transformar a realidade do município, melhorando a qualidade de vida da população, o turismo e a economia. Isso porque o manancial que hoje abastece Bombinhas é também compartilhado entre Porto Belo e Itapema. Uma vez que Bombinhas for autossuficiente no abastecimento, o volume de água que hoje é extraído do Rio Perequê fica para os municípios vizinhos”, comenta.

Data de publicação: 05/01/2018 - às 12:33

Desenvolvido por