A Capital do Mergulho Ecológico.
Costa Verde & Mar de Santa Catarina.

CONSUMO CONSCIENTE DE ÁGUA DEVE SER PRÁTICA DIÁRIA

Crise no abastecimento afeta várias cidades no país.

O consumo consciente de água é um conceito que vem sendo implantado no mundo todo. A ideia é que cada habitante adote medidas que diminuam o consumo, contribuindo assim para o meio ambiente e diminuindo a chance de desabastecimento.

Em situações de crise, a água acaba primeiro nas cidades mais afastadas da fonte, até chegar às mais próximas. É o caso de Bombinhas, que depende de captação no município vizinho, e é afetada com mais gravidade e mais rapidamente. Os moradores dependem de dois sistemas: da ETA de Zimbros, que responde por cerca de 30% do abastecimento, mas precisamente nos bairros de Mariscal, Morrinhos, Zimbros, Sertãozinho e Canto Grande; e da ETA de Porto Belo, responsável pelo abastecimento dos outros 70% de domicílios. Com a escassez hídrica no reservatório de Porto Belo, afetado pelo baixo índice de chuvas no mês de janeiro, não temos segurança para um fornecimento regular de água, com uma oscilação entre 16 l/s até os satisfatórios 80 litros por segundo.

“O que podemos observar é que essa crise hídrica não é um problema isolado. Temos visto desde o começo do ano, várias cidades do Brasil na mesma situação: Brasília, Natal, Recife, São Paulo e muitos municípios do nosso litoral catarinense. A educação e a consciência é a chave para evitar a crise hídrica neste momento. Os investimentos começam a ser feitos e logo poderemos colher os frutos da mudança de gestão em abastecimento de água em nosso município”, afirmou a prefeita Ana Paula da Silva.

Por esse motivo, mudanças de hábito são fundamentais para que a água seja consumida de forma mais adequada. A caixa d’água, por exemplo, é um grande aliado do morador. O item é indispensável para evitar o desabastecimento quando há baixa pressão na rede. Quando o consumo aumenta muito, os moradores sem caixa d’água são os que mais sofrem. Com a reserva e com uso consciente, a probabilidade de ficar desabastecido diminui.

Durante a temporada de verão, principalmente, quando a demanda aumenta por conta do grande número de turistas, algumas práticas podem ser adotadas, virando rotina ao longo do ano:

• Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba.

• Não tome banhos demorados.

• Cheque vazamentos e não deixe torneiras pingando.

• Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova, toalha de papel, guardanapo ou esponja e jogue no lixo.

• Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los. Ensaboe toda a louça e depois enxágue todas as peças.

• Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar pátios e quintais.

• Aproveite a água da chuva para regar as plantas e o jardim. Opte por regar as plantas de manhã cedo ou no fim do dia.

• Respeite a capacidade do imóvel: se uma residência foi projetada para seis pessoas, sua capacidade de abastecimento de água também está dimensionada para essa ocupação.

 

Data de publicação: 27/01/2017 - às 22:50

Desenvolvido por